O ex-deputado estadual Eber Machado disse agora há pouco ao Blog do Evandro Cordeiro que a família “perdeu um esteio, um porto seguro” com a morte do irmão dele na tarde desta sexta-feira, 6, o empresário Eleazar Machado, 64 anos, dono de postos de revenda de combustíveis em Rio Branco. Machado era o mais velho dos oito irmãos, que chegaram em 1976 na capital, vindos de Cruzeiro do Sul para tentar uma vida melhor. Político da família, Eber, o caçula, diz que além do porto seguro que os Machado perderam, o Acre também perde um grande empreendedor, visionário. Machado era conhecido pelo coração bondoso. Ajudou dezenas de políticos e empregou centenas de pessoas em sua carreira vitoriosa como empresário. O Acre está de luto.