DA CONTILNET

O governador do Acre, Gladson Cameli, é um dos signatários da Carta de Compromisso do Congresso Nacional e dos Governadores da Amazônia Legal na COP25. O documento, que traz ainda a assinatura do presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (Democratas/AP) e dos demais chefes do Executivo de toda a região, foi entregue nesta quarta-feira, 11, ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales, na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 25), em Madri, na Espanha.

O documento foi elaborado durante a participação de Alcolumbre no evento, na última semana, em conjunto os governadores membros do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal, deputados e senadores.

“Nós assumimos o compromisso de manter um agronegócio sustentável e os acordos firmados em edições anteriores, como, por exemplo, o Acordo de Paris, mesmo alguns índices revelando um aumento das queimadas. Contudo, nos comprometemos em ampliar a fiscalização que garanta a redução desses índices”, revelou o governador Gladson Cameli, que está participando do evento na Espanha junto com sua equipe na área de meio ambiente e produção. “É bom lembrar que todos esses acordos foram firmados na gestão passada, mas que nós nos comprometemos em mantê-los”, completou.

“Entendemos que nossa presença nas negociações do Brasil na COP sobre o art. 6º do Acordo de Paris pode agregar o relevante e necessário apoio político para que a Amazônia e o país possam ter resultados positivos concretos. Requeremos ainda, na regulamentação deste art. 6º, a garantia da devida importância da Amazônia na distribuição da meta de US$ 100 bilhões/ano a serem destinados em cumprimento ao Acordo de Paris”, diz um trecho do documento.

“Referendamos a mensagem do Congresso brasileiro de apoiamento ao consórcio de governadores e o nosso apoio à pacificação da Amazônia e do nosso povo”, disse Davi Alcolumbre.

Criado em 2017, o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal é formado pelos estados da região Norte, além de Mato Grosso e do Maranhão.