O apresentador do Jornal do Acre, Ayres Rocha, um dos jornalistas mais populares da atualidade no Estado, principalmente depois de ir parar na bancada do Jornal Nacional, onde ancorou o principal jornal do País, foi “peitado” por um partido para disputar a prefeitura de Rio Branco. Os dirigentes da sigla estenderam um tapete vermelho para receber ele na sede. O presidente acredita que, com a popularidade que goza, com o nome limpo que tem, Ayres preenche exatamente os requisitos exigidos pela população, cansada de velhos nomes e das oligarquias. E disse isso a ele mostrando dados concretos.
Apesar do paparico, e das ideiais aparentemente convincentes, o apresentador, que deve inclusive voltar à bancada do Jornal Nacional à convite de Wiliam Bonner, para apresentar o JN aos sábados, disse não. Com muita educaçao, mas disse não topar. Agradeceu a honraria, abraçou todo mundo, mas informou não querer entrar para a política partidária. Ao Blog do Evandro Cordeiro Ayres disse que está “tão tranquilo”, levando a vida que pediu a Deus, para, de repente, mudar o curso totalmente, não seria legal, inclusive para a família dele. “Esse negócio é muito complexo. Quero ficar sossegado”, respondeu. Ayres, além de apresentador do Jornal do Acre, está se tornando um digital influencer. Todo dia grava alguma situação inusitada, lança na rede, e acaba seguido por centenas de viajantes da web. Uma pena ele não querer entrar na política. Ajudaria – e muito. O presidente do partido disse ao Blog que lamenta pela resposta e que não desistirá do Ayres. “Ele ganha essa prefeitura disparado”, acredita.