Na manhã desta sexta-feira (10), em Cruzeiro do Sul, o governador falou sobre suas ações para 2020, ano que segundo ele não vai admitir mais erros de sua equipe.

Gladson se disse otimista e reafirmou que o Acre vai ser um canteiro de Obras, com recapeamento de rodovias estaduais, entre as quais está o acesso de Cruzeiro do Sul a Mâncio Lima, Rio Branco a Plácido de Castro, além dos quase R$ 100 milhões que serão investidos em ramais.

Na educação, o governador anunciou o fardamento gratuito para todos os estudantes da rede estadual de ensino. O estado entregará dois conjuntos de uniforme para cada estudante, uma economia para as famílias de baixa renda.

Quanto aos problemas na saúde, o governador afirmou que não tem mais tempo para pensar no que fazer. “Tenho dado todas as condições necessárias para melhorar a saúde estadual, mas uma meia dúzia insiste em remar para trás, atolados na burocracia. Vou tomar decisões e não me importo com quem vai ficar chateado, a responsabilidade é minha e assim farei”, disse.

Gladson afirmou que irá regionalizar a gestão da saúde, descentralizando suas capacidades administrativas. “Vou dar autonomia para cada coordenador de região resolver os problemas, pois é inadmissível que um gestor dependa de Rio Branco para trocar uma lâmpada. Também irei abrir concorrência para empresas disputar a contratação de mais servidores na saúde, porque estamos no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal”, destacou.

Indagado sobre o secretário da casa civil Ribamar Trindade, Gladson afirmou que o problema está resolvido e que Ribamar terá sua confiança para continuar tocando os trabalhos do governo.

“O Ribamar ocupa o cargo mais importante do Governo, precisa ter um ambiente bom de atuação. Tem muita picuinha na equipe, o que é normal em uma gestão. Precisamos resolver esses pequeno entraves e assim tocar nosso governo, naquele que será um ano extraordinário”, afirmou.

Falando ainda sobre os desafios de conduzir bem o governo em ano de eleição, Gladson disse que está muito tranquilo. “Não vou apoiar quem não tem compromisso com sua cidade e quer apenas se eleger para depois ficar cobrando do estado as soluções que são de sua responsabilidade. Meu partido terá sim muitas candidaturas e teremos o cuidado de alinhar as relações com os demais aliados, para um processo eleitoral pacífico”, finalizou Gladson.

O governador cumpre diversas agendas em Cruzeiro do Sul, entre elas uma visita no Rio Juruá para acompanhar de perto a situação de cheia que a cidade enfrenta.

Ac Jornal