A cúpula do MDB chega nesta quinta-feira, 16, à tarde, em Brasiléia, para uma missão cujo resultado é imprevisível: convencer a ex-deputada estadual Leila Galvão, do PT, a se filiar no “glorioso”. Só Leila, que também foi prefeita, tornaria a chapa competitiva suficiente para enfrentar a atual prefeita, Fernanda Assem, do PT, a mais bem avaliada do Acre. Segundo fontes do próprio partido, os capa pretas do velho MDB vão fazer quase de tudo para não voltar para Rio Branco com um não da Galvão. Mais um notinha sobre Brasiléia: se o MDB não tem adversário a altura para a atual prefeita, imaginem os outros partidos.