O governador Gladson Cameli (Progressistas) resolveu se manifestar sobre o decreto de isolamento social em meio a pandemia do Coronavírus no Acre na noite desta quinta-feira (28), durante entrevista exclusiva ao ContilNet. O gestor garantiu que as atividades deverão voltar de forma gradual em junho.

“Vamos manter o isolamento social até dia 10 ou 15, vai depender do avanço no número de casos”, declarou.

Cameli destacou que a hipótese de implantação de lockdown está descartada, a princípio. O chefe do Palácio Rio Branco pontuou que as atividades vão voltar devagar e sob normas que possam evitar o contágio. “Vamos aos poucos abrindo”, disse ele citando igrejas, comércio em geral, ademais e shopping.

A decisão de reabertura gradual se dá devido ao planejamento do governo que, durante a quarentena que se iniciou em março, desenvolve atividades que garantiram a aquisição de novos leitos de Unidade de Terapia intensiva (UTI), além da construção de dois hospitais de campanha, um na capital e um em Cruzeiro do Sul.

“Isso nos deu tempo de preparar a saúde, caso a gente reabra e tenha avanço no número de casos, vamos ter ao menos um sistema equipado para receber os pacientes”, explicou.