O governador Gladson Cameli (Progressistas) está magro, nervoso, com olheiras, mas tudo muito compreensivo. Conversei hoje até com alguns adversários dele politicamente que também reconhecem ser pesada a situação dele. Agora quer ver o Gladson ficar desajeitado chegue perto dele agora e pergunte sobre as eleições. Ele foge do assunto. Quanto ao lançamento do pacto Acre sem Covid-19, o governador tira um caminhão carregado de suas costas, porque chamou a sociedade para dividir responsabilidades. Vai discutir cada passo da flexibilização com os setores da sociedade mais diversificados, assim como deixou com os prefeitos a decisão de reabertura de seus comércios. Se lhe faltava experiência administrativa, como dizia a oposição dele em campanha, depois dessa pandemia lhe sobrará capacidade, inclusive para lidar com situações de improviso. No fundo, pouca gente queria estar na pele dele nesse momento tão delicado da história.