Camelôs que trabalham no entorno do terminal urbano, no centro de Rio Branco, fizeram tudo que o decreto de isolamento social não recomenda. Se aglomeraram, abriram as lojas e causaram tumulto na manhã deste sábado(27). Eles fecharam a avenida Ceará e o calçadão da Benjamim Constant em um ato que segundo eles, é legal. Mas o decreto da Prefeitura diz o contrário. O grupo cobra a reabertura do comércio na região. Alega que sem trabalhar estão passando necessidade básicas. Durante o manifesto, cercaram uma guarnição da Polícia Militar que havia detido um homem por desacato. Houve corre-corre e o grupo arrancou o detido das mãos dos polícias. Na ponte Juscelino Kubitschek, fecharam o trânsito e gritaram palavras de ordem. Na tarde da última sexta feira, a prefeita Socorro Neri havia se reunido com um grupo de comerciantes, e com dados técnicos explicou que o momento ainda exige isolamento social. Veja vídeo:

F7011036-0989-4FE1-98B6-5A31086BA9C0