O movimento dos motoqueiros que trabalham realizando entregas por meio de aplicativos, reuniu dezenas deles no centro de Rio Branco, na manhã desta quarta-feira (1). O manifesto foi convocado a nível nacional. A categoria reivindica direitos trabalhistas e pagamento de benefícios, como cesta básica. Jacson Araújo, que representa os trabalhadores no Acre, disse que a paralisação teve adesão de mais de 50% dos entregadores. Ele disse que outra reivindicação e pelo aumento dos valores das corridas especificamente na capital do Acre. Durante o movimento, as entregas solicitadas pelos aplicativos ficaram prejudicadas.